Amo Dinheiro - Notícias sobre Bitcoin, Criptoativos e Blockchain

Tudo sobre a criptomoeda IOTA

A moeda digital IOTA é bem diferente das outras já mencionadas. Ao invés de trabalhar com as cadeias de bloco (Blockchains), ou com mineradores, a IOTA tem uma estrutura bem diferente.

Funcionamento da criptomoeda

A IOTA é diferente do Bitcoin, por exemplo, não possui mineradores, e nem os Blockchains. Ou seja, independe de usuários realizando a mineração, e assim, resolvendo os difíceis cálculos em troca de um lote de Bitcoin. A manutenção da rede é bem mais simples.

Através da tecnologia empregada pela moeda digital IOTA, cada usuário que realiza as transações na rede, acaba de alguma forma, ajudando na manutenção da rede.

Tudo isso de forma consensual entre as partes. Sendo assim, a moeda digital IOTA também é descentralizada, uma vez que não há uma regulação ou uma empresa por trás, como ocorre com a Ripple.

Resumindo, o nome para a tecnologia empregada pela IOTA é a Tangle. Por meio da Tangle os usuários conseguem fomentar toda a estrutura necessária para realizar as transferências sem custo e com segurança.

Coisa bem diferente do Bitcoin que precisa dos mineradores. Sendo que o processo de minerar, atualmente é bem caro (apesar da remuneração em Bitcoins) exigindo um investimento antecipado.

Vale lembrar que as transferências ainda podem ser feitas de modo off-line. Sem haver necessidade de se manter conectado.

 

Quantidade de IOTA e outros dados

A criptomoeda teve um ICO onde foram criadas mais de 2.779.530.283.277.761 IOTA. Até o momento não existe mais emissões da moeda, portanto essa é a quantidade existente da moeda.

Essa quantidade de IOTA foi criada a partir de 1.337 Bitcoins. Grande parte das IOTA se encontra com os fundadores da criptomoeda.

Querendo ou não, por ser uma quantidade limitada de IOTA, o valor da mesma tem a tendência de se valorizar com o tempo. Lógico, se iniciar um processo de venda muito grande da moeda, e não existir consumidores para suprir tal demanda pode haver certa volatilidade no preço.

Mas uma quantidade limitada de moeda é interessante, tanto para o mercado quanto para os usuários.

Lembrando que a moeda foi idealizada em 2014 e criada em 2015. Atualmente uma IOTA vale aproximadamente um pouco menos de 1 dólar.

Vale destacar que até o Bitcoin, no início, estava valendo menos do que o atual valor da IOTA!

A moeda no ano passado, com uma procura maior por criptomoedas, acabou tendo  o seu preço valorizado, chegando a passar dos 4 dólares!

Mas depois com a queda do mercado, e a realização dos lucros por grande parte dos investidores, a moeda veio a cair.

Porém o preço da IOTA já esteve mais baixo do que o atual! IOTA já chegou a valer menos de 0,50 centavos de dólar!

 

Porque investir na IOTA?

Infelizmente ninguém sabe se amanhã uma criptomoeda vai valer mil dólares, ou um milhão. Esse tipo de informação nem com bola de cristal é possível conseguir.

Sendo assim, o mais prudente, para aqueles investidores que querem tentar lucrar com um bom investimento, é aplicar recursos em diversas moedas.

No blog já falamos de algumas criptomoedas, além das mencionadas, existem mais uma centena de moedas digitais.

Todas são negociadas no mercado e podem ser adquiridas. Isso torna o ativo mais interessante! Sem falar na facilidade de negociar tais criptomoedas.

Mas e o IOTA é uma boa? Acredito que sim, a tecnologia de sustentabilidade da moeda digital atrelada com a não necessidade de mineradores é uma ótima alternativa para o mercado.

Diferentes tecnologias podem ser uma boa, ainda mais se os Blockchains se mostrarem perigosos futuramente. Caso haja algum problema com o Bitcoin, por exemplo, ou qualquer que for a tecnologia, IOTA pode surgir no mercado como uma alternativa, ou até a única, por ser uma tecnologia (Tangle) bem diferente das demais!

Tudo sobre a criptomoeda IOTA
5 (100%) 3 votes

Adic. comentário

Redes Sociais

Curta nossa página.