Amo Dinheiro - Notícias sobre Bitcoin, Criptoativos e Blockchain

O que é mineração?

O leitor tem ideia de como funciona as transferências de criptomoedas? Qual é o grau de segurança das mesmas? Como isso tudo funciona?

Pois é, tudo isso está de alguma forma relacionado à mineração! Muitas pessoas acabam ligando a mineração ao fato de conseguir moedas digitais.

Como acontece com o ouro. Mas não é bem assim. No caso da mineração de pedras preciosas, como o próprio ouro, as pessoas vão procurar pela pedra em si. Escavando, ou procurando em outras áreas.

Essa escavação acaba levando as pessoas às minas de ouro, e assim as pedras são extraídas para posteriormente serem trabalhadas.

No caso das criptomoedas não é bem assim que funciona. Receber a moeda digital nada mais é do que um prêmio, na verdade a mineração se trata de outra coisa!

Porque minerar?

A mineração é fundamental para a manutenção da rede das criptomoedas (no caso do Bitcoin). Tudo isso funciona da seguinte forma. Vamos pegar o Bitcoin como exemplo, as pessoas vão realizar transferências entre si. Dificilmente alguma pessoa vai ficar com o Bitcoin para sempre sem transferi-lo para alguém. Por isso as transferências vão ocorrendo gradativamente dentro da rede.

Para conseguir realizar as transferências de pessoa para pessoa é preciso realizar cálculos bastante complexos. Quem faz esses cálculos são os mineradores.

Ou seja, para conseguir dar continuidade ao crescimento da cirptomoeda as pessoas precisam continuar minerando.

Mas como incentivar a mineração?

Com o prêmio! Que é a própria moeda. Ao conseguir resolver uma das contas complexas, o usuário ganha uma quantidade de Bitcoins.

Antigamente, bem lá no início, o usuário que conseguia resolver primeiro a equação ganhava cerca de 50 Bitcoins (hoje seria uma verdadeira fortuna), mas com o passar do tempo, cada vez mais pessoas vem tentando ganhar a vida com a mineração.

O Bitcoin, como qualquer outra criptomoeda, possui em seus códigos, várias definições, desde a sua quantidade máxima, que é de cerca de 21 a 24 milhões, até a quantidade de Bitcoin que podem ser oferecidas como prêmio por conseguir resolver a equação.

Atualmente o prêmio já está bem inferior aos 50 Bitcoins. Mas como eu faço para minerar?

Como minerar?

Atualmente existem diversas opções para minerar, desde adquirir a máquina própria para tal serviço, até o aluguel de uma máquina com a estrutura e manutenção.

No próprio Mercado Livre, o investidor pode achar várias pessoas vendendo máquinas feitas para realizar a mineração, ou pessoas dispostas a alugar.

Bem diferentes dos computadores convencionais, tais máquinas são desenvolvidas especificamente para minerar Bitcoins.

No início, lá em 2009 computadores convencionais podiam fazer a mineração. Além dos lotes de Bitcoins serem maiores, os cálculos era mais fácil.

Com o passar do tempo, e com a quantidade crescendo cada vez mais de Bitcoins no mercado o lote de prêmio foi sendo reduzido e com isso os cálculos foram cada vez ficando mais difíceis.

Atualmente com a queda dos Bitcoins, as pessoas acabam se perguntando se realmente vale a pena minerar. Uma vez que tal procedimento não é dos mais baratos. Além do investimento inicial, na máquina, o usuário vai gastar com a manutenção e energia elétrica, uma vez que o equipamento acaba consumindo bastante.

Vale a pena minerar?

Sim! Mas eu considero que alugar o equipamento e receber os ganhos de sua mineração seja a coisa mais vantajosa. Comprar a máquina e começar a minerar por conta própria pode até reduzir alguns gastos, mas vai acabar consumindo o tempo do usuário.

Sendo assim, acredito que o aluguel seja mais vantajoso. Desse modo você pode avaliar se a mineração é uma boa ou não. Lógico, se o Bitcoin voltar para patamares próximos do final de 2017, o investidor que estiver minerando vai ficar muito feliz!

O que é mineração?
Avalie este post

Adic. comentário

Redes Sociais

Curta nossa página.