Amo Dinheiro - Notícias sobre Bitcoin, Criptoativos e Blockchain

O que é ICO?

Do mesmo jeito que acontece com os lançamentos de ações na bolsa de valores, as criptomoedas também possuem o seu lançamento.

O nome dado a esse lançamento é de ICO (Initial Coin Oppening). Através dessa oferta inicial de criptomoedas os investidores podem aportar valores e garantir as suas criptomoedas.

Nos últimos anos, com o Bitcoin ganhando cada vez mais notoriedade, diversas moedas foram lançadas no mercado.

Cada moeda possui uma estrutura distinta, sendo assim possuem limites diferentes.

Comparando IPO x ICO

Em um IPO (Inital Public Offering) o investidor vai comprar um pedaço da empresa. De forma mais técnica, a empresa que vai realizar o IPO está vendendo suas ações no mercado.

Bancos e demais instituições financeiras organizam o mercado para receber essas ações. Dessa forma quem estiver interessado pode participar da oferta pública e garantir suas ações.

Depois de se informar sobre todos os detalhes da firma, o investidor vai optar por participar ou não. Ao escolher que sim, o investidor deve realizar um aporte através de uma corretora, por exemplo, e assim, o investidor estará assegurando determinada quantidade de ações.

Já com relação ao ICO o investidor vai estar adquirindo um pedaço da tecnologia, ou a criptomoeda em si.

Existem alguns lançamentos de moeda onde o investidor que participar do ICO também vai ter alguma espécie de participação na companhia que está emitindo a criptomoeda.

Mas tudo isso deve ser observado antes, através de prospectos sobre o lançamento. Inclusive as informações técnicas sobre a criptomoeda.

Ao analisar o Bitcoin, por exemplo, o investidor sabe que a criptomoeda possui um limite de aproximadamente 24 a 21 milhões de Bitcoins, que atualmente, temos no mundo algo abaixo dos 20 milhões de Bitcoins, que para fomentar a moeda, e suas transações, temos os blockchains, e várias outras coisas.

Tudo isso deve ser avaliado antes de participar do lançamento da moda. Lembrando que quando o Bitcoin foi lançado seu valor era inferior a um dólar!

Isso mesmo! Os primeiros investidores, lá em 2009 conseguiram garantir os seus Bitcoins, pagando menos de 1 dólar! Ou até recebendo a moeda digital de graça! Atualmente a moeda vale mais de 6 mil dólares. Imagina aqueles que compraram 100 Bitcoins, com 100 dólares, hoje estariam com mais de 600 mil dólares! Uma valorização imensa que pode muito bem se repetir!

Como participar do lançamento de uma criptomoeda?

Infelizmente, diferente do que acontece com os principais investimentos oferecidos no mercado, as criptomoedas não possuem uma corretora que trabalhe com uma diversidade grande de moedas no Brasil.

Temos algumas empresas que fazem a intermediação e custódia das criptomoedas, como o Mercado Bitcoin. Ou seja, na grande parte das vezes o investidor vai precisar procurar pela criptomoeda que está interessado.

Existe uma página que mostra os principais lançamentos. Além dos lançamentos o site traz várias informações sobre a moeda digital. A página é ICO Hot list.

O site em si é bem básico, sendo fácil localizar quais serão os próximos lançamentos. No momento em que escrevo o artigo, temos algumas moedas sendo lançadas, dentre elas temos a Cardstack, Mainframe, FogCoin, dentre várias outras.

Por mais que seja moedas negociadas no estrangeiro, o investidor pode ter acesso observando se é possível participar do lançamento comprando a participação nas novas moedas com Bitcoin, ou outras moedas digitais.

Resumindo

O lançamento de moedas digitais no Brasil ainda é muito pequeno. No mundo em si, temos diversas moedas surgindo, quase que diariamente.

De certo modo, o que os governos querem é regulamenta, e tentar fomentar um mercado controlado para tais moedas.

Porém isso vai de encontro com o que as cripmoedas pregam que é a descentralização do poder sobre a moeda, e a facilidade de transferência.

Ou seja, a desburocratização, não contando com uma instituição como o Banco Central para manipular a mesma.

O que é ICO?
Avalie este post

Adic. comentário

Redes Sociais

Curta nossa página.